Início

Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

Jantar de Reis e 20ª Gala de Prémios

39 Jantar de Reis 2019E os Reis chegaram carregados de excelente convívio e muita amizade

Jantar de Reis 2019 juntou 86 amigos n’O Carvão para acalentar a tradição de homenagear os que mais ajudaram o MCP a cumprir a sua missão

Em mais uma noite de gala, o Jantar de Reis do Moto Clube do Porto assinalou o arranque de novo ano ao mesmo tempo que homenageou os sócios e amigos que mais se distinguiram em 2018, dos que mais trabalharam em prol do clube. Reforço de tradição em noite de grande elegância na repleta e bem composta sala do restaurante O Carvão onde não faltaram representantes do MCP vindos da Covilhã, da Benedita, Coimbra, Viana do Castelo, Braga e até dos Camarões. Testemunhas de uma noite ímpar, de convívio e conversa, de companheirismo e amizade, em registo de paladares exaltados pelas propostas do chef Filipe Morais.

1988 01Casa cheia, com número de convivas (86) que ultrapassou as expetativas e até o limite imposto pela dimensão da sala, para um jantar de elevado requinte e sabores muito agradáveis, em local com vistas únicas a antecipar o momento alto da noite, na já tradicional Gala de Entrega de Prémios aos sócios e amigos que mais se distinguiram pela entrega, amizade e carinho com que abraçam o Moto Clube do Porto.

Cerimónia que começou com um momento único, apresentando uma relíquia para o espólio do MCP com ‘mão amiga’ a fazer chegar o primeiro cartão do sócio número 1, datado de 1988, do sócio Manuel Soares. ‘Raridade’ que antecedeu distinção especial a nome bem conhecido de todos os sócios, pela enorme confiança depositada no trabalho do clube, pela amizade com que presenteiam há muitos anos, pela verticalidade na relação com o Moto Clube do Porto e o carinho com que sempre nos recebem. Demonstrando uma vez mais, em 2018, um suporte a todos os títulos primordial, a MotoTrofa mereceu plenamente o Prémio Apoio Incondicional, entregue ao sócio-gerente Francisco Silva.

Fotografias com reflexos de boa gastronomia e muita animação

Apoio que é justificado, também, pelo respeito e admiração por esse País fora e cada vez mais pelo Mundo, num clube que é, acima de tudo, o somatório de sócios verdadeiramente ímpares, únicos. Verdadeiros “faz-tudo” prontos a ajudar a conduzir uma caravana, a colocar música numa festa na sede ou a fotografar um evento. Espírito bem espelhado pelo Abel Gomes, sempre disponível e simpático, voluntarioso e amante da fotografia, sempre com o dedo no botão e que, junto com a mulher, Filomena, não perde oportunidade de fotografar e partilhar esses momentos. Mais que justificado o Prémio Foto Avulsa para o Abel Gomes repartir com a Filomena.

Sócios que, como muitos outros, perto ou longe, não regateiam esforços para fazer o melhor em prol do Moto Clube do Porto. É o caso dos sempre bem-dispostos Germano Mateus, do Jorge “Xuxu” Andrade e a Alexandra “Xana” Pina. Alegres. trabalhadores incansáveis, de uma dedicação a toda a prova, são capazes de enfrentar os obstáculos com um enorme sorriso, formando uma equipa eficiente, coesa e muito divertida. O Prémio Revolta Raliana é perfeitamente merecido não só pela excelente organização do Moto Rali do Moto Clube do Porto como pelo apoio incondicional ao clube ao longo do ano e nas mais diversas organizações.

O mesmo acontece com o José Silva que, desde que chegou ao MCP, alterou por completo a vida gastronómica dos sócios, sobretudo ao juntar-se a outros dois Zés, o Fial e Barros, partindo na demanda dos mais pitorescos tascos, onde os pratos tradicionais sempre puxam conversa e reforçam amizades. Muito observador e reservado, procurando sempre agradar a todos, o Pintaínho, sempre com a sua Pintainha por perto, descobriu em pouco tempo aquilo que os sócios mais gostam. Grande entusiasmo que promete continuar para enaltecer que não justificar o mais que merecido Prémio Tasco Ativo.

Do topo da Serra chegou a Estrela do Sócio do Ano

Mas são muitos os associados que, longe da vista mas perto do coração, ajudam a levar longe do nome do Moto Clube do Porto e que, não menos importante, contribuem para a sua elevação. É o caso do nosso sócio covilhanense Rui Santos, já com mais de uma década de ligação ao MCP, que, junto com a esposa Patrícia e muitos sócios dos renascidos Lobos da Neve – Moto Clube da Covilhã, levou os sócios do MCP até aos 1993 metros do topo da Serra da Estrela. Desvendando os segredos da sua região que conhece como a palma das próprias mãos, o Rui Santos recebeu de forma espantosa a caravana do À Descoberta, reforçando a grande disponibilidade, eficiência e simpatia bem demonstrada em vários eventos do Moto Clube, onde foi responsável ou coorganizador, e que justificam plenamente o galardão de Sócio do Ano.

Mas esta Gala de Prémios não estaria concluída sem uma distinção muito especial, culminando a festa num ano de transição onde todos os Corpos Sociais se esforçaram por oferecer mais e melhor aos sócios. Mais e melhores passeios, das mais descontraídas saídas domingueiras às viagens internacionais, mais e melhores descobertas gastronómicas ou os mais diversos eventos na sede, a todos procuramos dar um toque especial. E este foi um trabalho intenso de toda uma equipa liderada por uma pessoa muito especial...

Durante 12 anos, o Carlos Gomes foi vice-presidente da Assembleia Geral, antes de passar para a direção onde cumpriu 2 mandatos como Vogal, merecendo, após esses 4 anos, a confiança de todos para ser eleito Presidente da Direção. Arranque do maior mandato presidencial à frente dos destinos do Moto Clube do Porto, em 8 anos de trabalho, reuniões, esforços e muitos quilómetros para cumprir o papel para que foi escolhido. E cumprido na perfeição, dignificando sempre o nome do MCP, com irrepreensível atitude adequada às mais diversas circunstâncias e sempre com um sorriso na face. Como aquele que o presidente cessante exibiu, de forma tímida mas muito sentida, ao receber o mais que merecido Prémio Longevidade e Simpatia, corolário de 24 anos de ligação aos Corpos Sociais, no ponto alto da Gala de Prémios que deu um colorido muito especial a mais uma edição do Jantar de Reis.