Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

Rota do Chocolate

Das fabulosas instalações do Antero

às mais deliciosas fábricas do Minho

Sábado, 8 de julho, o passeio mais guloso do ano

O título do passeio é esclarecedor! Tudo – mas tudo mesmo! – vai rolar à volta do chocolate. Do pequeno-almoço ao lanche de despedida, um dia inteirinho à descoberta do produto que nasce do cacau, essa planta conhecida há milhares de anos e que foi sagrada para Maias e Aztecas. E que, no sábado, dia 8 de julho, será motivo de peregrinação através de ‘locais sagrados’ onde são produzidas algumas das maiores delícias, em forma de tablete, bombons, licores, bolos e, pasme-se, até cerveja.

Com partida das ‘deliciosas’ instalações do concessionário Antero marcada para as 9 horas, o mais guloso passeio do Moto Clube do Porto será limitado a 120 participantes – sobretudo por força da dimensão de algumas das instalações a visitar – e terá um almoço a condizer com a época do ano: uma suculenta grelhada mista servida em local de beleza ímpar. E cuja sobremesa será uma delícia de nata e framboesa… em cama de chocolate! Além de um especial panetone de chocolate.

Ler mais...

Milhares de quilómetros de alegria

cumpridos durante a Festa da Criança

Em quatro dias de incontáveis voltinhas no “Rossio” do Palácio de Cristal, o Moto Clube do Porto voltou a associar-se e contribuir para o enorme sucesso que foi mais uma edição da Festa da Criança. E foram milhares os miúdos e miúdas que não perderam a oportunidade de dar uma voltinha de moto, descobrindo os prazeres das duas rodas para logo irem a correr dizer aos papás, de forma genuína, que “é um espetáculo”.

Sorrisos espontâneos que foram a melhor gratificação para os mais de 20 voluntários que, de 1 a 4 de junho, terão cumprido qualquer coisa como mais de 3000 quilómetros em Batismos de Moto. Dias de entrega que tiveram momento simbólico na tarde de domingo, quando a Honda Pan European de Abel Sousa atingiu a bela marca de 100 mil quilómetros, muitos deles efetuados em apoio às atividades do MCP e que é revelador do espírito ímpar que reina no seio deste grupo.

Debaixo de sol intenso, os voluntários do MCP não deixaram ninguém sem experimentar as sensações de andar de moto, mesmo os mais pequeninos que, sem tamanho para circularem no banco do passageiro, foram transportados com todo o carinho e cuidado sobre o depósito. E que, depois de alguma timidez inicial, saíam de sorriso rasgado, sem dúvida o melhor pagamento para o altruísta apoio dos motociclistas do Moto Clube do Porto.

Ler mais...

Bifanas, caldo verde e Moto da Noite

As motos novas também ganham

Nesta sexta-feira 2 de junho, a sede do Moto clube do Porto manteve animação extra das primeiras sexta-feira do mês. A juntar ao concurso para Moto da Noite do mês de junho 2017, estiveram a sair quentinhas as bifanas e o caldo verde da nossa cozinheira residente, Alice Barros.

À passadeira vermelha, entrou a BMW F650 GS (800cm3) da Carla Nunes, tendo sido escolhida pelos sócios João Condé, José António "Pintainho" e Paulo Beigel.

Dia 7 de julho há mais.

Ler mais...

de Rio de Onor a Alfandega da Fé

em passeio intimista do MCP

Pois é…..

Em 2016, por esta altura, estávamos a aquecer os motores para viajar até às Astúrias! Este ano a preparação não deverá ser tão complexa pois vamos para mais perto, sem, no entanto, diminuir a qualidade do passeio!

Aquando da escolha da zona pesaram-se as mais diversas opções. Desde as zonas mais ao sul, no Alentejo, até às mais ao norte do País e até de Espanha. Mas ponderando sempre que para um passeio de dois dias é necessário ter atenção ao número de quilómetros, ou de horas, a realizar para chegar no local e regressar no dia seguinte. E fazer quilómetros sem outros atrativos não é interessante…

Assim Trás-os-Montes foi escolhido como o nosso destino.

Mesmo com um “À Descoberta” realizado há pouco tempo, foi possível descobrir percursos diferentes, no Parque Nacional de Montesinho como os da zona raiana, onde certamente iremos cumprir à risca os limites de velocidade, pois a apreciação das paisagens que encontraremos não se coaduna com grandes velocidades. Paisagens bonitas e estradas tranquilas, num passeio onde o mote será desfrutar o ambiente além do animado convívio, sempre sem pressas. Justificação para a mudança na designação “De Rio de Onor a Freixo de Espada à Cinta” para “De Rio de Onor a Alfândega da Fé” que os participantes entenderão no momento.

Ler mais...

Cozido na Charrua

Tascos Sem Fronteiras   A Charruaem mais um Tascos Sem Fronteiras

Foi neste sábado 27 de maio, que 38 convivas entre sócios e amigos, se reuniram em mais um “Tascos Sem Fronteiras”, para a degustação groumet à moda dos tascos.

Na adega regional o charrua, na maia, o prato escolhido foi o famoso cozido á portuguesa,

Isto claro está depois de variadas entradas frias, acompanhamento por meia de vinho, e fecho com a saborosa sobremesa queijo com marmelada e bolo de bolacha.

Em suma, bom ambiente, boa companhia e não menos importante, boa comida. Que mais se pode pedir? 

Mais tasco com certeza, que já está a ser agendado para julho.

Portanto já sabes, esta atento ao pasquim para mais informação, pois os "Zés" andam em busca do tasco perfeito.

Ler mais...

MCP comemorou 31º aniversário

com animado e emotivo jantar

"O tempo voa”, costuma-se dizer! Mas no Moto Clube do Porto o mais correto é dizer que... o tempo rola. Tempo que amadurece, que solidifica relações e reforça o sentimento por um clube único.

Sentimento unânime na celebração de mais um aniversário do MCP, o 31º, repleto de sucessos, excelente camaradagem e convívio, comemorado no sábado, dia 20 de maio, no muito agradável e já nosso conhecido Restaurante A Margem, na Afurada.

Com a boa disposição habitual nestes convívios, o grupo de sócios e amigos do clube homenageou os associados que cumpriram 10, 20 e 30 anos, em ambiente muito relaxado e sossegado, quase intimista. Deliciosas entradas e bebidas bem frescas marcaram o início do jantar, pelas 20.30 horas, seguindo-se o repasto, servido de acordo com o menu anunciado, com abundância e qualidade, antes de atribuir as medalhas de 30 anos de associado a Joaquim Gomes, o único de quatro que conseguiu marcar presença.

Também aqueles que cumpriram 20 anos de ligação ao Moto Clube do Porto receberam a merecida homenagem, sendo eles António Marques (representado por Nuno Leite na cerimónia), Paulo Campos e Henrique Araújo.

Na 'categoria' de 10 anos, receberam as suas medalhas os sócios Tiago Mendes, Joel Tiago, Susana Cruz, Fernando Marques, Domingos Soares e Fernando Lima. Os restantes 7 não conseguiram estar presentes.

Mas uma medalha muito especial mereceu momento de enorme carinho, com atribuição da medalha de 30 anos ao nosso sócio fundador Lizuarte Gomes, recentemente desaparecido. Medalha que não pode receber no ano passado, já que o seu estado de doença não lhe permitiu a presença no nosso jantar de aniversário. Muito honrados com a presença da Esposa, da Filha e do Genro, a quem agradecemos a presença e as simpáticas palavras dirigidas ao MCP, ficamos sensibilizados pela sua amizade e disponibilidade, além do gosto manifestado em continuar a fazer parte desta nossa 'família'.

O Moto Clube do Porto é um grande clube, exatamente à medida da enorme qualidade dos sócios que tem. Por isso, no momento de apagar as 31 velas, os parabéns, mais do que ao MCP, são para todos os sócios que fazem parte deste clube, por saberem estar na vida com um sorriso e uma atitude que a todos nos enche de orgulho.

E em jeito de despedida, até ao próximo passeio ou evento do Moto Clube do Porto, aqui deixamos o último verso de uma música do duo brasileiro Kleiton & Kedir.

"Voa, o tempo voa
Voa, meu amor
E se Deus nos abençoa
Sei que muita coisa boa
Ainda vai rolar."

Ler mais...

20 mil mulheres e 25 motociclistas

Corrida da MulherAventura na onda cor-de-rosa

Com 25 motociclistas de apoio a pintalgar, com a cor fluorescente dos coletes MCP, a enorme onde rosa que invadiu a cidade, a já célebre Corrida da Mulher que decorreu no passado dis 21 de maio e voltou a contar com enorme adesão, registando 20 mil mulheres a correr e a caminhar pelas ruas da Cidade Invicta neste evento da RunPorto.

Todos os adjetivos, como fantástico, fabuloso ou incrível, usados para classificar este evento poderiam parecer exagerados mas, é certo, todos ficariam aquém do que é estar bem no meio de tamanho pelotão, onde TODAS as mulheres estão de parabéns pela adesão e boa disposição constante. Cor e alegria que que não deixou ninguém indiferente e levou o MCP a estar presente com 25 motos no apoio às mais variadas funções da organização. Duplo recorde que esperamos ver ultrapassado no próximo ano, com animação a rodos e brincadeiras que ajudaram a passar um domingo, mais um, fora de série.

Ler mais...

Noite de Fado na Sede MCP

Guitarradas em noite de Eurofestival

Que nem peregrinação a Fátima, na noite de 13 de maio, os sócios do MCP rumaram á sua sede para ouvir o Álvaro Basto e seus amigos, num reportório de fados de Coimbra.

Uns mais conhecidos e outros menos,… os fados claro, mas todos encantaram as muitas presenças que lá estiveram!

Os artistas, esses deram o seu melhor e com uma simpatia contagiante!

Noite agradável, com bom convívio e casa cheia! O bar respondeu a todas as necessidades, e a audiência respeitou o silencio… porque se estava a cantar o Fado!!

No final ainda houve espaço para um espontâneo (obrigado pela assistência) subir ao palco e dar um gostinho á voz…

Sempre activo, o teu MCP continua a inovar, oferecendo programa cultural variado…

 

Ler mais...

Formação de Primeiros Socorros

para sócios do MCP e amigos da MT MOTOR

Foi no sábado 6 maio que se realizou mais uma Formação em Primeiros Socorros na nossa sede.

Responderam 20 pessoas ao desafio de saber mais nesta área muito importante. 

Com o objetivo de treinar de uma forma simples e divertida ações que podem fazer a diferença em caso de acidente, foram explicados os princípios e as técnicas do suporte básico de vida segundo o novo algoritmo.

Depois da parte teórica segui-se a parte prática com manequim próprio para uma melhor aplicação de conhecimentos, mas não sem antes os participantes terem recarregado energias para esse esforço, com um lanche que lhes foi preparado para o efeito.

A Anatilde foi a nossa formadora de serviço, que com a grande experiência de rua aos serviços da VMER (viatura médica de emergência) do INEM, apresentou de uma forma simples as técnicas e esclareceu todas as dúvidas sobre este tema.

No final foi unânime a satisfação de todos pelos conhecimentos adquiridos e de que gostariam de aprofundar ainda mais, e estender os conhecimentos para áreas não abordadas.

A formadora  concordou com as sugestões, pelo que ficou no ar a possibilidade de ser efetuada a continuação desta formação lá mais para o final do ano.

Por isso será um até breve...

A voz do Fundador - Lizuarte Gomes

Por Lizuarte Gomes - sócio nº 13 de 14 de Maio de 1986

Em jeito de homenagem destacamos o artigo escrito pelo Lizuarte aquando da comemoração dos 25 anos do Moto Clube. Até sempre.

Caros Amigos

Sobre o nascimento deste clube, de que hoje todos nós nos orgulhamos, não me parece haver nada mais a acrescentar ao que já foi dito pelos anteriores relatores.

No entanto, e aproveitando esta oportunidade para recordar outros tempos, retrocederia mais de trinta e cinco anos para vos falar daquelas motos, as que naquela altura usávamos, e que não eram mais que as resistentes do velho império inglês, travestidas para parecerem mais actuais.

Recordo a família Garcia, que na época revolucionou o motociclismo na cidade do Porto, com o pai Garcia e a sua Norton Comando 750, o saudoso Jorge Garcia e a sua Triumph 500 dos anos cinquenta e o mais jovem Osvaldo Garcia que, em paralelo com o que se passava comigo, insistia em trazer para a estrada as velhas Harley KH 900 da extinta Policia de Viação e Trânsito, convertidas em moderníssimas versões “café racer”.

Lembro também o meu amigo Virgílio Guimarães, hoje em dia mais conhecido como o “Bala” com a sua rapidíssima BSA A-7 SS dos princípios dos anos sessenta, e as corridas que então fazíamos nos regressos a casa, assim como as enormes poças de óleo que deixávamos no terreno, sempre que se parava  para um convívio de café e acalmar a tremedeira nos pés.

Já nos meados dos anos setenta e com a chegada da nova tecnologia japonesa, este espírito foi mudando e os horizontes dos passeios alargando. Recordo com saudade os passeios que então realizamos, as idas a Sanxenxo, as almoçaradas no Gerêz, mas também a gasolina a cinco escudos e setenta centavos, o espírito de entreajuda e grande amizade reinante entre todos, os regressos a casa com um pendura ou como pendura, a fiabilidade mecânica não era exactamente a de hoje em dia, assim como as motos que usei e que ainda hoje guardo, que se iniciaram por volta dos quinze anos com uma Yamaha ss50, mais tarde com uma Kawasaki 350 a que se seguiu uma Z1 900, e que já nos inícios dos oitenta passou a ser a Z 1300. Em paralelo com a condução destas motos, à época modernas, crescia já o gosto pelo restauro e conservação de exemplares bastante mais antigos, que ao longo dos anos foi adquirindo.

Já agora e como curiosidade, será que no ano de comemoração dos 25, alguém ainda se lembra da primeira apresentação pública e televisiva deste nosso Clube? Bem eu digo, foi realizada nos estúdios da RTP 2, no decorrer dos anos oitenta, em que fomos representados por uma muito digna Indian de 1929 e uma majestosa Kawasaki GTR 1000, representativa do que mais moderno se produzia na época.

Mas já chega de recordar, porque o Clube está vivo e bem vivo, como facilmente se pode verificar pela sua recente e em todos os termos, louvável, realização da Festa da Moto, que não só muito dignifica esta associação, mas também todos aqueles que com a sua dedicação nela se empenharam. Assim vale a pena, que a festa se repita.

Até sempre

Com um abraço amigo

Lizuarte Gomes

Ler mais...

PRP do Porto convida MCP

para evento de prevenção rodoviária

Foi no passado dia 3 de maio e no Silo Auto do Porto, que se realizou este evento em que participaram além do Moto Clube do Porto (MCP), a PSP, os Bombeiros, a Policia Municipal, a Policia Criminal, a Protecção Civil, a Escola de Condução Segura da PSP e as escolas da cidade em geral.

Muitas crianças a visitar o evento e a tomar contacto com as regras de transito, as actividades desenvolvidas pelas várias policias, as tecnologias disponíveis em desencarceramento e em investigação criminal, bem como um baptismo de moto, claro!!

Dia agradável, com carrossel de motos constante e alegria habitual das crianças que passam por esta experiencia!

O MCP esteve presente com o apoio fantástico de 10 sócios, que incansáveis, mostraram bem as valias de um clube de excelência e sempre disponível e dedicado á sociedade civil e sua cidade!

Ler mais...

MCP dará ‘aula’ na Porto Editora

MCP OriginalDe importância social bem reconhecida na cidade como no resto do País e até no estrangeiro, o Moto Clube do Porto volta a cumprir o seu papel de responsabilidade social, respondendo a uma solicitação cuja relevância motociclística é motivo de orgulho para todos os sócios.

Assim, e na sequência da colaboração com inúmeras entidades, públicas ou privadas, fomos contactados pela Porto Editora para concretizar uma ação de sensibilização para os cuidados a ter na condução de motociclos. Espécie de formação para o número crescente de colaboradores da reputada editora que vem optando pelas vantagens de mobilidade e economia proporcionada pelos motociclos, em detrimentos dos automóveis ou transportes públicos.

Apostados em melhorar as apetências e nível de segurança na condução em ‘duas rodas’, reduzindo riscos nas deslocações quotidianas entre trânsito nem sempre particularmente amigável, não hesitaram em pedir conselhos e tirar partido dos conhecimentos de motociclistas mais experientes. E, assim, usufruir na plenitude de todas as mais-valias das motos, no dia-a-dia como nas escapadas de fim-de-semana, rumo a liberdade que mais nenhum veículo oferece.

 

Moto da Noite bem acompanhada

pelos petiscos da Alice

Nesta 6ª feira, 5 de maio, mais uma vez o Caldo Verde e asx Bifanas sairam a biom ritmo, já sendo o ponto de encontro para jantar de alguns associados. Já há quem telefone a reservar, pois não podem chegar cedo, mas não querem perder o petisco.

E a animar a petisquice, tivemos a eleição da Moto da Noite do Mês de Maio.

Desta feita a vencedora foi uma Honda Goldwing 1100 de 1981, em muito bom estado e trazida até à sede do clube pelo sócio Gilberto Monteiro. A escolha esteve a cargo do Júri composto pelos sócios Aurélio Morais, João Pedro Pinheiro e Paula Ruivo.

Quem será o vencedor de junho? 

Ler mais...

À Descoberta de Trás-os-Montes 2017

Ou como passar do Outono à Primavera em 3 dias

Perito na inovação, o Moto Clube do Porto voltou a criar evento sem paralelo, levando a bom porto mais uma edição do “À Descoberta…” Este ano apontado a Norte, com epicentro em Chaves e três dias de inovadores passeios por Trás-os-Montes, incluindo mesmo um saltinho a Espanha. Paisagens deslumbrantes e estradinhas deliciosas abriram o apetite para a mais requintada e abundante gastronomia de que há memória. E nem as mudanças de humor de S. Pedro, passando do tempo primaveril ao mais invernoso que se possa imaginar em menos de nada…

Ler mais...

Histórias e viagens de Osvaldo Garcia

animaram noite na sede no MCP

Noite Viajantes Osvaldo GarciaPerante numerosa e muito atenta plateia, Osvaldo Garcia proporcionou mais uma interessante tertúlia na sede do Moto Clube do Porto, recordando algumas das ousadas aventuras dos últimos anos. Destaque essencial para duas longas viagens a solo – se pudesse alargar-se na conversa ainda hoje lá estaríamos, tamanho é o seu currículo de viajante!... – incidindo na travessia até à África do Sul com a AJP PR4 e na ida à Ilha de Man, para assistir às corridas de clássicas, aos comandos da “compacta” Honda NSR 50.

Apostando nas cilindradas mais pequenas para ampliar a prazer da viagem, tornando mais extensa cada deslocação, gozando a moto por muito mais horas e, não menos importante, podendo apreciar com tempo cada pormenor dos locais por onde passa, das estradas (e caminhos…) que utiliza. Estórias de viagens diferentes, com velocidades bem tranquilas mas de ousada envergadura, onde cada episódio ganha outra dimensão, espantando meio mundo à sua passagem. Comentários e perguntas como “Vens de onde? De Portugal??? Impossível…” fartou-se de ouvir ao longo dos dias passados na estrada, granjeando enorme respeito por onde passava.

Viagens que surgiram como desafios naturais para quem, ao longo de toda a vida e desde muito novo, convive com as motos de forma descomplexada e apaixonada. Com todo o tipo de motos em todo o tipo de percursos, gerando experiências ímpares que muitos quiseram ouvir em discurso direto, na primeira pessoa. E que, naturalmente, levantou as mais diversas questões, de sentido prático ou simples curiosidade, criando um ambiente muito animado na sede do MCP.

Obrigado Osvaldo. Volta sempre.

Ler mais...

Surfar a cultura em ondas da diversão

23.º Moto Rali do Moto Clube do Porto

Pela Costa de Prata, nas ondas com o Zé

Muita diversão e cultura, animação e jogos entusiasmantes, descobertas históricas e paisagens fantásticas, sempre com o mar por perto, marcaram a 23.ª edição do Moto Rali do Moto Clube do Porto, segundo evento pontuável para o 21.º Troféu Nacional de Moto Ralis Turísticos FMP/Dunlop.

Jornada dividida entre Alcobaça e Peniche, com muito interessante ‘road-book’, produzido com apoio da Lidergraf e desenhado para mostrar região onde as artes tradicionais da cerâmica se fundem com modernas unidades fabris de faiança. E onde o mar dá o sustento a gerações de pescadores e é palco de assustadores recordes em frágeis pranchas de surf, onde a história de Portugal está gravada em monumentos únicos.

Ler mais...

Bifanas e Papas da Amélia...

...fazem estreia na Moto da noite

Na passada sexta-feira 7 a sede do Moto Clube do Porto animou-se para provar as habituais bifanas, mas agora com mão da Amelia, mãe da Anatilde.

Ao mesmo tempo para a Moto da noite o parque ia-se compondo com motos um pouco diferentes do habitual, já que muitos dos associados se encontravam fora do Porto no nosso Moto Rali.

Assim foi possível apreciar motos de outras marcas que não as habituais, o que em parte facilitou a escolha por parte do júri incumbido da "árdua" tarefa de escolher a moto da noite.

O júri constituído pelo sócio Abel Alfama, o seu filho Gonçalo Alfama e acompanhados pela Regina Azeredo, esposa do nosso sócio Abilio, que conferiu um toque feminino na eleição, o que é sempre importante para dar mais credibilidade a este evento peculiar.

Entretanto os associados e amigos já se deliciavam com as Bifanas e as Papas, qual novidade neste dia, enquanto o júri se embrenhava por entre as motos do parque para melhor decidir qual a eleger.

Ler mais...

Manuel Marinheiro vai continuar ao leme

da Federação de Motociclismo de Portugal

20170411 Manuel MarinheiroCom a presença dos três delegados eleitos do Moto Clube do Porto, Carlos Gomes, Paulo Ribeiro e Armando Moutinho, a eleição para os Órgãos Sociais da Federação de Motociclismo de Portugal, no passado sábado, ditou a recondução de Manuel Marinheiro para segundo mandato de quatro anos na presidência da FMP. Resultado esclarecedor que deu à lista A, defensora do lema “Pelo Motociclismo”, 34 votos para a Presidência, Direção e Assembleia geral dos 39 delegados que exerceram o seu direito, presencialmente ou por correspondência, dos 40 inscritos nos cadernos eleitorais. 

A lista B, liderada por Jorge Morgado, conseguiu 3 votos para estes Órgãos Sociais, sendo ainda considerado nulo um dos votos colocado nas urnas na sede da FMP. A lista A garantiu igualmente a maioria absoluta nas restantes áreas a votação tendo em vista o período compreendido entre 2017 e 2020, Conselho de Disciplina, Conselho de Arbitragem, Conselho de Justiça e Conselho Fiscal.

Passeio TT noturno MCP 2017

Rolar ao som do Luar

Apesar de estar luar espectacular, tivemos de levar luz para este passeio noturno. Alguns até esgotaram o stock de lanternas Led das lojas asiáticas da sua zona, que depois de aplicadas com fita, pareciam autenticas centrais eléctricas.
Começamos com algumas hesitações iniciais, mas depois de entrar no ritmo e formar uma caravana ondulante na escuridão da serra, o verdadeiro espectáculo de luz e cor estava montado.
O TT praticado de noite transforma os caminhos habituais em novidades, conferindo-lhes uma dimensão fantasmagórica repleta de sombras.
Destes passeios, também fazem parte algumas paragens obrigatórias, umas vezes, para apreciar o silêncio da serra, outras para observar as luzes da cidade.

Numa dessas paragens, conforme dita a tradição dos passeios TT descomplicados do MCP, aproveitamos para tomar um aperitivo que, para além de nos aquecer, preparou-nos para o repasto que se seguiria.

Um homem tem de se alimentar mas...

A Carla e a Susana preparam-nos uma ceia tão luxuosa que, por nós, o passeio podia ter acabado logo ali. E no meio do monte.
A gula atrasou a partida e o reinicio foi somente por volta das 03:00h. Lá seguimos novamente em caravana e mesmo algumas quedas e avarias não impediram a continuação do passeio, pois
tudo se resolveu, com a solidariedade do grupo.
Ensonados mas contentes, chegamos ao fim ainda não tinha nascido o dia.
Gostamos disto. 

Ler mais...

Jantar da Multa

com feijoada na hora

Apesar de ser no dia das mentiras, o jantar da multa lá se realizou, com pouca gente, mas os que tiveram...aproveitaram.

Entre a feijoada confecionada no clube e outras iguarias, mais uma vez, os sócios aproveitaram para partilhar viagens passadas e planear algumas para breve.

Boa comida e boa cavaqueira, ajudou a que o tempo passasse a correr.

Pró ano temos mais.

 

Faleceu Lizuarte Gomes

sócio fundador do MCP

Elemento fundador do Moto Clube do Porto, detentor do cartão de sócio com o número 13, Lizuarte Gomes faleceu esta semana, vítima de um cancro do esófago, doença que se propagou de forma muita rápida, sem qualquer possibilidade de cura. A missa de 7.º dia será na segunda-feira, dia 10, na Igreja do Foco (Igreja Nossa Senhora da Boavista) pelas 19 horas.

Apaixonado por tudo o que tivesse rodas, Lizuarte foi excelente anfitrião do MCP em Dezembro de 2007, mostrando inúmeras preciosidades em coleção que conta com motos antigas, clássicas e outros belíssimos e exclusivos exemplares mais recentes. Mais recentemente começou a criar uma coleção de automóveis onde pontuavam vários Lamborghini, modelos cuja reconstrução muito o entusiasmavam.

De caráter reservado mas sempre simpático e solícito, Lizuarte Gomes nunca deixou de lutar, acreditando até ao último momento na vitória sobre a doença, e mostrando o seu grande amor pelo Moto Clube do Porto mantendo o pagamento as quotas sempre em dia e ficando ao corrente da vida do clube através dos boletins e alguns contactos com outros sócios.

Descansa em paz Lizuarte