Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

Porto mostrou a força dos motociclistas na defesa dos seus direitos

Se uma imagem vale mil palavras, este texto fica praticamente desprovido de significado olhando para as fotografias da ‘2.ª Mega-Manifestação contra a farsa das inspeções às motos e manipulação da sinistralidade’, prova inequívoca da capacidade de mobilização dos motociclistas na defesa dos seus direitos e, não menos importante, da verdade. Manifestação nacional organizada pelo GAM que ocorreu de forma simultânea no dia 18 de fevereiro em seis cidades portuguesas e que no Porto, contou com total apoio organizativo do Moto Clube do Porto.

Enorme sucesso de adesão, como se pode comprovar pelas imagens da autoria da Delfina Brochado, que atraiu à Avenida dos Aliados cerca de 2000 motos e mais de 3000 motociclistas, segundo estimativa corroborada pela Polícia de Segurança Pública, antes de périplo em marcha lenta por algumas das principais artérias da cidade. Intervenção social, perfeitamente ordeira e sem o mínimo incidente, que serviu para alertar a opinião pública, os órgãos de poder e a imprensa, para as mentiras que vêm sendo repetidas sobre a realidade das duas rodas, servindo de (falso) argumento para a tentativa de implementação de medidas perfeitamente desenquadradas por parte do Governo.

01 - Manif 18fev18
01 - Manif 18fev18 01 - Manif 18fev18
02 - Manif 18fev18
02 - Manif 18fev18 02 - Manif 18fev18
03 - Manif 18fev18
03 - Manif 18fev18 03 - Manif 18fev18
04 - Manif 18fev18
04 - Manif 18fev18 04 - Manif 18fev18
05 - Manif 18fev18
05 - Manif 18fev18 05 - Manif 18fev18
06 - Manif 18fev18
06 - Manif 18fev18 06 - Manif 18fev18
07 - Manif 18fev18
07 - Manif 18fev18 07 - Manif 18fev18
08 - Manif 18fev18
08 - Manif 18fev18 08 - Manif 18fev18
09 - Manif 18fev18
09 - Manif 18fev18 09 - Manif 18fev18
10 - Manif 18fev18
10 - Manif 18fev18 10 - Manif 18fev18
11 - Manif 18fev18
11 - Manif 18fev18 11 - Manif 18fev18
12 - Manif 18fev18
12 - Manif 18fev18 12 - Manif 18fev18
13 - Manif 18fev18
13 - Manif 18fev18 13 - Manif 18fev18
14 - Manif 18fev18
14 - Manif 18fev18 14 - Manif 18fev18
15 - Manif 18fev18
15 - Manif 18fev18 15 - Manif 18fev18
16 - Manif 18fev18
16 - Manif 18fev18 16 - Manif 18fev18
17 - Manif 18fev18
17 - Manif 18fev18 17 - Manif 18fev18
18 - Manif 18fev18
18 - Manif 18fev18 18 - Manif 18fev18
19 - Manif 18fev18
19 - Manif 18fev18 19 - Manif 18fev18
20 - Manif 18fev18
20 - Manif 18fev18 20 - Manif 18fev18
21 - Manif 18fev18
21 - Manif 18fev18 21 - Manif 18fev18
22 - Manif 18fev18
22 - Manif 18fev18 22 - Manif 18fev18
23 - Manif 18fev18
23 - Manif 18fev18 23 - Manif 18fev18
24 - Manif 18fev18
24 - Manif 18fev18 24 - Manif 18fev18
25 - Manif 18fev18
25 - Manif 18fev18 25 - Manif 18fev18
26 - Manif 18fev18
26 - Manif 18fev18 26 - Manif 18fev18
27 - Manif 18fev18
27 - Manif 18fev18 27 - Manif 18fev18
28 - Manif 18fev18
28 - Manif 18fev18 28 - Manif 18fev18
29 - Manif 18fev18
29 - Manif 18fev18 29 - Manif 18fev18
30 - Manif 18fev18
30 - Manif 18fev18 30 - Manif 18fev18
31 - Manif 18fev18
31 - Manif 18fev18 31 - Manif 18fev18
32 - Manif 18fev18
32 - Manif 18fev18 32 - Manif 18fev18
33 - Manif 18fev18
33 - Manif 18fev18 33 - Manif 18fev18
34 - Manif 18fev18
34 - Manif 18fev18 34 - Manif 18fev18
35 - Manif 18fev18
35 - Manif 18fev18 35 - Manif 18fev18
36 - Manif 18fev18
36 - Manif 18fev18 36 - Manif 18fev18
37 - Manif 18fev18
37 - Manif 18fev18 37 - Manif 18fev18
38 - Manif 18fev18
38 - Manif 18fev18 38 - Manif 18fev18
39 - Manif 18fev18
39 - Manif 18fev18 39 - Manif 18fev18
40 - Manif 18fev18
40 - Manif 18fev18 40 - Manif 18fev18
41 - Manif 18fev18
41 - Manif 18fev18 41 - Manif 18fev18
42 - Manif 18fev18
42 - Manif 18fev18 42 - Manif 18fev18
43 - Manif 18fev18
43 - Manif 18fev18 43 - Manif 18fev18
44 - Manif 18fev18
44 - Manif 18fev18 44 - Manif 18fev18
45 - Manif 18fev18
45 - Manif 18fev18 45 - Manif 18fev18
46 - Manif 18fev18
46 - Manif 18fev18 46 - Manif 18fev18
47 - Manif 18fev18
47 - Manif 18fev18 47 - Manif 18fev18
48 - Manif 18fev18
48 - Manif 18fev18 48 - Manif 18fev18
49 - Manif 18fev18
49 - Manif 18fev18 49 - Manif 18fev18
50 - Manif 18fev18
50 - Manif 18fev18 50 - Manif 18fev18
51 - Manif 18fev18
51 - Manif 18fev18 51 - Manif 18fev18
52 - Manif 18fev18
52 - Manif 18fev18 52 - Manif 18fev18
53 - Manif 18fev18
53 - Manif 18fev18 53 - Manif 18fev18
54 - Manif 18fev18
54 - Manif 18fev18 54 - Manif 18fev18
55 - Manif 18fev18
55 - Manif 18fev18 55 - Manif 18fev18
56 - Manif 18fev18
56 - Manif 18fev18 56 - Manif 18fev18
57 - Manif 18fev18
57 - Manif 18fev18 57 - Manif 18fev18
58 - Manif 18fev18
58 - Manif 18fev18 58 - Manif 18fev18
59 - Manif 18fev18
59 - Manif 18fev18 59 - Manif 18fev18
60 - Manif 18fev18
60 - Manif 18fev18 60 - Manif 18fev18
61 - Manif 18fev18
61 - Manif 18fev18 61 - Manif 18fev18
62 - Manif 18fev18
62 - Manif 18fev18 62 - Manif 18fev18
63 - Manif 18fev18
63 - Manif 18fev18 63 - Manif 18fev18
64 - Manif 18fev18
64 - Manif 18fev18 64 - Manif 18fev18
65 - Manif 18fev18
65 - Manif 18fev18 65 - Manif 18fev18
66 - Manif 18fev18
66 - Manif 18fev18 66 - Manif 18fev18
67 - Manif 18fev18
67 - Manif 18fev18 67 - Manif 18fev18
68 - Manif 18fev18
68 - Manif 18fev18 68 - Manif 18fev18
69 - Manif 18fev18
69 - Manif 18fev18 69 - Manif 18fev18
70 - Manif 18fev18
70 - Manif 18fev18 70 - Manif 18fev18
71 - Manif 18fev18
71 - Manif 18fev18 71 - Manif 18fev18

 

Chegou a hora do fabuloso passeio ao Pito

Manifestação abriu ainda mais o apetite pelo ‘pica no chão’ em Calvelo

De consciência tranquila e com a certeza enorme importância da presença de todos os motociclistas na Mega-Manifestação do dia 18 de fevereiro, contra as regras que querem impor aos motociclistas baseadas em argumentos mais do que falsos, perfeitamente absurdos, tempo para desfrutar o que de melhor as motos têm para nos dar. A possibilidade de viajar, de conviver com os amigos, de conhecer novos locais e descobrir os mais fantásticos tesouros da gastronomia nacional. Tempo, pois, para concretizar o Fabuloso Passeio ao Pito, no dia 4 de março, domingo, em animada e retemperadora passeata até Calvelo, Ponte de Lima, onde nos espera um verdadeiro pitéu.

O trajeto, já se adivinha, será entre as mais verdejantes estradas durienses e minhotas, numa descoberta ímpar, onde, depois da visão sobre paisagens rurais e alguns surpreendentes bosques, o paladar vai ganhar enorme ascendente sobre todos os outros sentidos do corpo humano. Esqueçam o olfato ou mesmo o tato (até porque provavelmente terão a sensibilidade reduzida devido às mãos frias…) e preocupem-se em sentar à mesa num local de beleza única, junto à Capela do Senhor do Calvário, em Calvelo, Ponte de Lima. Aí, no mesmo local onde foi servido o almoço do passeio Na Rota do Chocolate, tempo para um prato de enorme tradição minhota, a genuína cabidela de frango ‘pica no chão’, servida pelos mordomos da Comissão de Festas do Senhor do Calvário. E bem acompanhada pelos verdes da região, seja branco ou tinto, cerveja, sumos ou água para os mais sensíveis, antecedida de várias entradas, dos bolinhos de bacalhau ao chouriço assado, e bem rematado por delicioso bolo de chocolate, pudim ou delícia de 3 sabores’. Além do cafezinho, claro está.

A variedade de paisagens desde a sede do Moto Clube do Porto até à freguesia limiana servirá, essencialmente, para abrir o apetite e terá, algures, uma deliciosa e ultrassecreta paragem. Tempo para preparar o almoço em passeio que se prolongará durante a tarde, bem a gosto dos gastrónomos motociclistas, e cujas inscrições, limitadas a 120 pessoas, custam 20 euros para os sócios MCP e 25 € para os restantes motociclistas que ainda não tiveram oportunidade para preencher a papelada e queiram (re)descobrir este inimitável prato da cozinha tradicional portuguesa. Inscrições que podem ser efetuadas através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelo telefone 96.8010833, do Paulo Ribeiro.

Programa

08.45 h. – Briefing na sede do Moto Clube do Porto e partida em direção ao Minho

11.00 h – Paragem para café ou aperitivo

13.00 h. – Almoço em Calvelo

15.30 h. – Continuação do passeio, com mais surpresas de ‘adoçar o bico’

Folia até às tantas na sede do MCP

Mais um Carnaval de grande animação na nossa sede

Este ano com a novidade de termos um nadador salvador para evitar afogamentos, não na água mas em outros líquidos mais volateis.
Em grande número os foliões e folionas bem animados e com todo o tipo de adereços. Padres, Dráculas e Diabas conviveram alegremente com Cowboys, Marinheiras, Piratas Hippies, Karatecas e Construtores. Até um Gorila fugido de algum jardim zoológico colaborou na animação.
Para aquecer melhor o ambiente as caipirinhas e outras bebidas para acompanhar os mais variados petiscos (multas) não podiam faltar, e os elementos de serviço ao bar não tiveram mãos a medir.
A musica sempre a bombar como habitualmente pelo DJ residente Zé Galo contribuiu como sempre para a grande animação.
No concurso para o melhor traje de carnaval, brilhantemente apresentado pelo Seca Adegas (Zé Barros ) foi dificil encontrar um vencedor, e por isso tiveram que ser dois, uma branca muito negra e bem avantajada e uma pequenina Carmem Miranda, que assim levaram para casa uma tshirt do MCP como recordação.
Já a noite ia longa quando os primeiros foliões bem animados começaram a desmobilizar e a pensar já no próximo convivio no MCP.
Para o próximo Carnaval cá vos esperamos novamente sempre com a vossa boa diposição e amizade.

001-Carnaval 2018
001-Carnaval 2018 001-Carnaval 2018
002-Carnaval 2018
002-Carnaval 2018 002-Carnaval 2018
003-Carnaval 2018
003-Carnaval 2018 003-Carnaval 2018
004-Carnaval 2018
004-Carnaval 2018 004-Carnaval 2018
005-Carnaval 2018
005-Carnaval 2018 005-Carnaval 2018
006-Carnaval 2018
006-Carnaval 2018 006-Carnaval 2018
007-Carnaval 2018
007-Carnaval 2018 007-Carnaval 2018
008-Carnaval 2018
008-Carnaval 2018 008-Carnaval 2018
009-Carnaval 2018
009-Carnaval 2018 009-Carnaval 2018
010-Carnaval 2018
010-Carnaval 2018 010-Carnaval 2018
011-Carnaval 2018
011-Carnaval 2018 011-Carnaval 2018
012-Carnaval 2018
012-Carnaval 2018 012-Carnaval 2018
013-Carnaval 2018
013-Carnaval 2018 013-Carnaval 2018
014-Carnaval 2018
014-Carnaval 2018 014-Carnaval 2018
015-Carnaval 2018
015-Carnaval 2018 015-Carnaval 2018
016-Carnaval 2018
016-Carnaval 2018 016-Carnaval 2018
017-Carnaval 2018
017-Carnaval 2018 017-Carnaval 2018
018-Carnaval 2018
018-Carnaval 2018 018-Carnaval 2018
019-Carnaval 2018
019-Carnaval 2018 019-Carnaval 2018
020-Carnaval 2018
020-Carnaval 2018 020-Carnaval 2018
021-Carnaval 2018
021-Carnaval 2018 021-Carnaval 2018
022-Carnaval 2018
022-Carnaval 2018 022-Carnaval 2018
023-Carnaval 2018
023-Carnaval 2018 023-Carnaval 2018
024-Carnaval 2018
024-Carnaval 2018 024-Carnaval 2018
025-Carnaval 2018
025-Carnaval 2018 025-Carnaval 2018
026-Carnaval 2018
026-Carnaval 2018 026-Carnaval 2018
027-Carnaval 2018
027-Carnaval 2018 027-Carnaval 2018
028-Carnaval 2018
028-Carnaval 2018 028-Carnaval 2018
029-Carnaval 2018
029-Carnaval 2018 029-Carnaval 2018
030-Carnaval 2018
030-Carnaval 2018 030-Carnaval 2018
031-Carnaval 2018
031-Carnaval 2018 031-Carnaval 2018
032-Carnaval 2018
032-Carnaval 2018 032-Carnaval 2018
033-Carnaval 2018
033-Carnaval 2018 033-Carnaval 2018
034-Carnaval 2018
034-Carnaval 2018 034-Carnaval 2018
035-Carnaval 2018
035-Carnaval 2018 035-Carnaval 2018
036-Carnaval 2018
036-Carnaval 2018 036-Carnaval 2018
037-Carnaval 2018
037-Carnaval 2018 037-Carnaval 2018
038-Carnaval 2018
038-Carnaval 2018 038-Carnaval 2018
039-Carnaval 2018
039-Carnaval 2018 039-Carnaval 2018
040-Carnaval 2018
040-Carnaval 2018 040-Carnaval 2018
041-Carnaval 2018
041-Carnaval 2018 041-Carnaval 2018
042-Carnaval 2018
042-Carnaval 2018 042-Carnaval 2018
043-Carnaval 2018
043-Carnaval 2018 043-Carnaval 2018
044-Carnaval 2018
044-Carnaval 2018 044-Carnaval 2018
045-Carnaval 2018
045-Carnaval 2018 045-Carnaval 2018
046-Carnaval 2018
046-Carnaval 2018 046-Carnaval 2018
047-Carnaval 2018
047-Carnaval 2018 047-Carnaval 2018
048-Carnaval 2018
048-Carnaval 2018 048-Carnaval 2018
049-Carnaval 2018
049-Carnaval 2018 049-Carnaval 2018
050-Carnaval 2018
050-Carnaval 2018 050-Carnaval 2018
051-Carnaval 2018
051-Carnaval 2018 051-Carnaval 2018
052-Carnaval 2018
052-Carnaval 2018 052-Carnaval 2018
053-Carnaval 2018
053-Carnaval 2018 053-Carnaval 2018
054-Carnaval 2018
054-Carnaval 2018 054-Carnaval 2018
055-Carnaval 2018
055-Carnaval 2018 055-Carnaval 2018
056-Carnaval 2018
056-Carnaval 2018 056-Carnaval 2018
057-Carnaval 2018
057-Carnaval 2018 057-Carnaval 2018
058-Carnaval 2018
058-Carnaval 2018 058-Carnaval 2018
059-Carnaval 2018
059-Carnaval 2018 059-Carnaval 2018
060-Carnaval 2018
060-Carnaval 2018 060-Carnaval 2018
061-Carnaval 2018
061-Carnaval 2018 061-Carnaval 2018
062-Carnaval 2018
062-Carnaval 2018 062-Carnaval 2018
063-Carnaval 2018
063-Carnaval 2018 063-Carnaval 2018
064-Carnaval 2018
064-Carnaval 2018 064-Carnaval 2018
065-Carnaval 2018
065-Carnaval 2018 065-Carnaval 2018
066-Carnaval 2018
066-Carnaval 2018 066-Carnaval 2018
067-Carnaval 2018
067-Carnaval 2018 067-Carnaval 2018
068-Carnaval 2018
068-Carnaval 2018 068-Carnaval 2018
069-Carnaval 2018
069-Carnaval 2018 069-Carnaval 2018
070-Carnaval 2018
070-Carnaval 2018 070-Carnaval 2018
071-Carnaval 2018
071-Carnaval 2018 071-Carnaval 2018
072-Carnaval 2018
072-Carnaval 2018 072-Carnaval 2018
073-Carnaval 2018
073-Carnaval 2018 073-Carnaval 2018
074-Carnaval 2018
074-Carnaval 2018 074-Carnaval 2018
075-Carnaval 2018
075-Carnaval 2018 075-Carnaval 2018
076-Carnaval 2018
076-Carnaval 2018 076-Carnaval 2018
077-Carnaval 2018
077-Carnaval 2018 077-Carnaval 2018
078-Carnaval 2018
078-Carnaval 2018 078-Carnaval 2018
079-Carnaval 2018
079-Carnaval 2018 079-Carnaval 2018
080-Carnaval 2018
080-Carnaval 2018 080-Carnaval 2018
081-Carnaval 2018
081-Carnaval 2018 081-Carnaval 2018
082-Carnaval 2018
082-Carnaval 2018 082-Carnaval 2018
083-Carnaval 2018
083-Carnaval 2018 083-Carnaval 2018
084-Carnaval 2018
084-Carnaval 2018 084-Carnaval 2018
085-Carnaval 2018
085-Carnaval 2018 085-Carnaval 2018
086-Carnaval 2018
086-Carnaval 2018 086-Carnaval 2018
087-Carnaval 2018
087-Carnaval 2018 087-Carnaval 2018
088-Carnaval 2018
088-Carnaval 2018 088-Carnaval 2018
089-Carnaval 2018
089-Carnaval 2018 089-Carnaval 2018
090-Carnaval 2018
090-Carnaval 2018 090-Carnaval 2018
091-Carnaval 2018
091-Carnaval 2018 091-Carnaval 2018
092-Carnaval 2018
092-Carnaval 2018 092-Carnaval 2018
093-Carnaval 2018
093-Carnaval 2018 093-Carnaval 2018
094-Carnaval 2018
094-Carnaval 2018 094-Carnaval 2018
095-Carnaval 2018
095-Carnaval 2018 095-Carnaval 2018
096-Carnaval 2018
096-Carnaval 2018 096-Carnaval 2018
097-Carnaval 2018
097-Carnaval 2018 097-Carnaval 2018
098-Carnaval 2018
098-Carnaval 2018 098-Carnaval 2018
099-Carnaval 2018
099-Carnaval 2018 099-Carnaval 2018
100-Carnaval 2018
100-Carnaval 2018 100-Carnaval 2018
101-Carnaval 2018
101-Carnaval 2018 101-Carnaval 2018
102-Carnaval 2018
102-Carnaval 2018 102-Carnaval 2018
103-Carnaval 2018
103-Carnaval 2018 103-Carnaval 2018
104-Carnaval 2018
104-Carnaval 2018 104-Carnaval 2018
105-Carnaval 2018
105-Carnaval 2018 105-Carnaval 2018
106-Carnaval 2018
106-Carnaval 2018 106-Carnaval 2018
107-Carnaval 2018
107-Carnaval 2018 107-Carnaval 2018
108-Carnaval 2018
108-Carnaval 2018 108-Carnaval 2018
109-Carnaval 2018
109-Carnaval 2018 109-Carnaval 2018
110-Carnaval 2018
110-Carnaval 2018 110-Carnaval 2018
111-Carnaval 2018
111-Carnaval 2018 111-Carnaval 2018
112-Carnaval 2018
112-Carnaval 2018 112-Carnaval 2018
113-Carnaval 2018
113-Carnaval 2018 113-Carnaval 2018
114-Carnaval 2018
114-Carnaval 2018 114-Carnaval 2018
115-Carnaval 2018
115-Carnaval 2018 115-Carnaval 2018
116-Carnaval 2018
116-Carnaval 2018 116-Carnaval 2018
117-Carnaval 2018
117-Carnaval 2018 117-Carnaval 2018
118-Carnaval 2018
118-Carnaval 2018 118-Carnaval 2018
119-Carnaval 2018
119-Carnaval 2018 119-Carnaval 2018
120-Carnaval 2018
120-Carnaval 2018 120-Carnaval 2018
121-Carnaval 2018
121-Carnaval 2018 121-Carnaval 2018
122-Carnaval 2018
122-Carnaval 2018 122-Carnaval 2018
123-Carnaval 2018
123-Carnaval 2018 123-Carnaval 2018
124-Carnaval 2018
124-Carnaval 2018 124-Carnaval 2018
125-Carnaval 2018
125-Carnaval 2018 125-Carnaval 2018
126-Carnaval 2018
126-Carnaval 2018 126-Carnaval 2018
127-Carnaval 2018
127-Carnaval 2018 127-Carnaval 2018
128-Carnaval 2018
128-Carnaval 2018 128-Carnaval 2018
129-Carnaval 2018
129-Carnaval 2018 129-Carnaval 2018
130-Carnaval 2018
130-Carnaval 2018 130-Carnaval 2018
131-Carnaval 2018
131-Carnaval 2018 131-Carnaval 2018
132-Carnaval 2018
132-Carnaval 2018 132-Carnaval 2018
133-Carnaval 2018
133-Carnaval 2018 133-Carnaval 2018
134-Carnaval 2018
134-Carnaval 2018 134-Carnaval 2018
135-Carnaval 2018
135-Carnaval 2018 135-Carnaval 2018

Trails MCP/Ducati Norte ao Marão

O Moto Clube do Porto (MCP) vai voltar a levar as Big Trail por maus caminhos, já no próximo dia 25 de Fevereiro, no “Passeio deTrails MCP/Ducati Norte ao Marão”.

Com o simpático apoio da Ducati Norte (DN), que este ano volta a apoiar este evento, tudo irá começar às 8:00h nas instalações deste concessionário, na zona industrial do Porto, com oferta do café acompanhado de algumas doçarias. A saída será às 9:00h sendo a ligação até Amarante feita pela A4.

O passeio propriamente dito terá início no Fridão seguindo-se por fora de estrada até Rebordelo e já na serra do Alvão visitar as Fisgas do Ermelo. Passaremos ainda por Lamas de Ôlo, Barragem do Alvão, Alto do Velão, Campeã, Alto da Serra, Mafómedes e Pousada do Marão apenas para mencionar alguns dos locais por onde se andará antes do regresso ao Fridão, onde terminarão os trilhos e terão lugar as despedidas.

Percorrer de moto tipicamente trail os caminhos destas serras transmontanas e ter o privilégio de poder apreciar as bonitas paisagens da região, é sem dúvida motivo suficiente para encher o espírito aventureiro dos participantes.

O percurso é divertido e foi cuidadosamente escolhido para ser acessível aos participantes com menos experiencia (podendo apresentar um pouco mais de dificuldade caso a meteorologia não esteja connosco) e todos passarem um dia excelente e desfrutar a condução das suas motos.

Ler mais...

Poker na Moto da Noite

CB 1100 reluzente cativou olhar feminino

A moto da noite, do passado dia 2 de fevereiro recaiu sobre uma viatura dum tetra vencedor (não consecutivo) - o João Condé.

Este já tinha amealhado o prémio com uma Moto Guzzi V7 Classic em Dez'14, outro em Jan'15 com uma Honda 750 Four e em Mar'15 com uma Honda XL 600.

Desta feita o juri composto só por associadas, Amélia Gomes, Ana Trigo e Maria Ramos, escolheu a Honda CB 1100 em estado reluzente e deu o primeiro diploma ao vencedor (nas 3 primeiras vitórias o diploma ainda não estava instituído).

Claro que esta festança toda dá origem a esgostar mais uma vez as bifanas e o caldo verde, que são companhia permanente nestas sexta-sfeiras de início de mês.

Dia 02 de março há mais

20180202 Diploma

24º Moto Rali MCP

Pela Beira Baixa e Mais Além

O 24º MR do Moto Clube do Porto terá o seu inicio nos passos do concelho da histórica “Penamacor”, concelho no qual, vamos usufruir de um fim de semana, repleto de lugares e recantos históricos, excelente gastronomia, cultura e diversão à moda do Moto Clube do Porto.

Pela Beira Baixa e mais Além, irás percorrer cerca de 170Km nos dias 28 e 29 de abril.

Esperamos por ti! Inscreve-te aqui --> FICHA DE INSCRIÇÃO

Programa

Sexta-feira, 27 de abril
Hotel Termas & SPA S.Tiago em Penamacor

18:00 - Abertura do Secretariado e recepção aos participantes
20:30 - Jantar Convivio (pago à parte excepto participantes do (Re)volta Motorraliana)

Sábado, 28 de abril
08:15 - Abertura do Secretariado
09:31 - Partida da 1ª equipa em frente à CM Penamacor
12:15 - Almoço
13:30 - Partida da 1ª Equipa
17:30 - final do 1º Sector 1ª Equipa
20:30 - Jantar e animação

Domingo, 29 de abril
09:45 - Partida da 1ª Equipa
12:30 - final 2º Sector
13:30 - Almoço e entrega de Sobras e despedida dos participantes

Não esqueçam que estão instalados em unidade hoteleira com todas e mais algumas mordomias. Tragam equipamento para aproveitarem a piscina interior (chinelos e uso de touca obrigatório)

Preços

A inscrição base incluí autocolantes, road-book, ofertas de patrocinadores, visitas, almoço de sábado, jantar de sábado, animação, alojamento de sábado para domingo em quarto partilhado, pequeno almoço de domingo, almoço de domingo e mais surpresas.

Sócios de Clubes Federados e detentores de Cartão Motocilista
Inscrição de Condutor / Passageiro (85€)
Suplemento para quarto individual (Sábado para Domingo (25€))
Noite extra de 6ª feira 27Abr em quarto individual (50€)
Noite extra de 6ª feira 27Abr a partilhar quarto (30€)

Sócios de Clubes Não Federados e não detentores de Cartão Motocilista
Inscrição de Condutor / Passageiro (95€)
Suplemento para quarto individual (Sábado para Domingo (25€))
Noite extra de 6ª feira 27Abr em quarto individual (50€)
Noite extra de 6ª feira 27Abr a partilhar quarto (30€)

Todos os pagamentos devem ser efetuados para a conta do Moto Clube do Porto. Efetuando a transferência, devem anexar o comprovativo ao formulário, ou posteriormente enviá-lo para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. com a indicação da(s) equipa(s) a que se refere o pagamento.

IBAN: PT50 0010 0000 3859 5020 001 67

(Re)Volta Motorraliana

O Moto Clube do Porto adiciona uma (Re)volta ao seu 24º Moto-Rali MCP

Vamos aproveitar o 25 de abril e revoltarmos-nos contra os normais dois dias de Moto-rali, acrescentando mais uns quilómetros e três dias adicionais de passeata e convívio antes de iniciarmos o evento principal.

Aberto exclusivamente a participantes inscritos no 24º Moto Rali do MC do Porto.

Inscrições para a (Re)volta limitadas a 30 participantes e efetuadas em conjunto com a inscrição para o 24º Moto-Rali MCP

Iremos percorrer zonas rurais de Portugal e Espanha. Deixa-te surpreender. A partida será de Castelo Branco e percorreremos cerca de 650km.

Programa

Quarta-feira, 25 de abril
09:30 - Partida de Castelo Branco (após uma curta introdução) com direção a terras de "Nuestros Hermanos".
13:00 - Almoço
18:00 - Chegada ao Hotel (em espanha)

Quinta-feira, 26 de abril
09:15 - Partida do Hotel por estradas fabulosas efetuando diversas paragens ao longo do dia
12:30 - Almoço
18:00 - Chegada ao Hotel (em espanha)

Sexta-feira, 27 de abril
08:30 - Partida do Hotel por estradas fabulosas efetuando diversas paragens ao longo do dia regressando a Portugal
12:30 - Almoço
16:30 - Chegada ao Hotel Termas & SPA S.Tiago em Penamacor e local de receção aos restantes participantes do 24º MR do MC Porto.
20:30 - Jantar Convivio

No valor da inscrição da (Re)volta Motorraliana está incluído o passeio em si, alojamento em quarto partilhado durante duas noites, dois pequenos almoços, e jantar de sexta-feira em Penamacor.

Preços

Inscrição na (Re)volta Motorraliana de Condutor / Passageiro (99,99€)
Suplemento para quarto individual na (Re)volta (50€ para as 2 noites)

Todos os pagamentos devem ser efetuados para a conta do Moto Clube do Porto. Efetuando a transferência, devem anexar o comprovativo ao formulário, ou posteriormente enviá-lo para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. com a indicação da(s) equipa(s) a que se refere o pagamento.

IBAN: PT50 0010 0000 3859 5020 001 67

Passeio ao Naco abençoado

Angariação de sponsor de última hora abrilhanta Passeio ao Naco!

Após demoradas e difíceis negociações o Moto Clube do Porto chegou sábado passado a acordo com S. Pedro para sponsor principal do Passeio ao Naco. Como tal, foi debaixo de um sol radioso e temperatura (quase) amena que os participantes saíram da sede do MCP para o primeiro passeio de estrada de 2018. Após a necessária ligação até Amarante pela A4, e com os últimos participantes a integrarem-se na caravana, foi tempo de começar a “arredondar” os pneus nas curvas e contracurvas da N15; como prometido pelo sponsor o asfalto estava seco e limpo, pelo que o prazer era total.

Com a descida para a Campeã a temperatura desceu um pouco, ao contrário do prazer sentido pelos participantes, pois a cor das montanhas e o ar límpido que alargava o horizonte, continuaram a ser a pedra de toque até chegarmos a Fontes, “a Meca dos Xassos”, onde foram recebidos com toda a pompa e circunstância – parque para as motos em frente aos Bombeiros e um Porto de Honra no Café do Cruzeiro, tudo cortesia dos nossos amigos do Centro Cultural e Desportivo de Fontes. Depois desta agradável pausa seguiu-se pela N2, atravessando Vila Real em direção a Vilarinho da Samardã, já com as papilas gustativas a salivar na antevisão do que se iria saborear. 

E que bom que estava o Naco!!!!!!!!!!!!!

Com o fim do repasto, e com o abandono de alguns dos convivas, chegou a hora de voltar à estrada e subir às alturas da Serra do Alvão passando ao lado da Barragem com o seu nome e de Lamas de Ôlo, atravessando depois a aldeia de Barreiro, com os seus espigueiros, para descer então até Varzigueto antes da paragem para apreciar as quedas de água das Fisgas do Ermelo,  onde houve tempo para apreciar as vistas e fazer as fotos de grupo. Aproximava-se o fim do passeio mas as curvas continuaram, por terras de Basto, em direção a Mondim e depois a Celorico, com uma derradeira paragem para um café e despedidas finais antes de se rumar a casa aproveitando para apreciar pela última vez as serranias ainda iluminadas pelos resquícios da luz do sol que acabava de se esconder.

Em Fevereiro o MCP voltará a estas serras mas por trilhos de terra!

01-Passeio ao Naco
01-Passeio ao Naco 01-Passeio ao Naco
02-Passeio ao Naco
02-Passeio ao Naco 02-Passeio ao Naco
03-Passeio ao Naco
03-Passeio ao Naco 03-Passeio ao Naco
04-Passeio ao Naco
04-Passeio ao Naco 04-Passeio ao Naco
05-Passeio ao Naco
05-Passeio ao Naco 05-Passeio ao Naco
06-Passeio ao Naco
06-Passeio ao Naco 06-Passeio ao Naco
07-Passeio ao Naco
07-Passeio ao Naco 07-Passeio ao Naco
08-Passeio ao Naco
08-Passeio ao Naco 08-Passeio ao Naco
09-Passeio ao Naco
09-Passeio ao Naco 09-Passeio ao Naco
10-Passeio ao Naco
10-Passeio ao Naco 10-Passeio ao Naco
11-Passeio ao Naco
11-Passeio ao Naco 11-Passeio ao Naco
12-Passeio ao Naco
12-Passeio ao Naco 12-Passeio ao Naco
13-Passeio ao Naco
13-Passeio ao Naco 13-Passeio ao Naco
14-Passeio ao Naco
14-Passeio ao Naco 14-Passeio ao Naco
15-Passeio ao Naco
15-Passeio ao Naco 15-Passeio ao Naco
16-Passeio ao Naco
16-Passeio ao Naco 16-Passeio ao Naco
17-Passeio ao Naco
17-Passeio ao Naco 17-Passeio ao Naco
18-Passeio ao Naco
18-Passeio ao Naco 18-Passeio ao Naco
19-Passeio ao Naco
19-Passeio ao Naco 19-Passeio ao Naco
20-Passeio ao Naco
20-Passeio ao Naco 20-Passeio ao Naco

Soft mais soft não há, disse ela!

Trails divertiram-se na terra

Foram 30 os “pilotos”, em outras tantas motos, que aceitaram o desafio para este que foi o primeiro passeio de 2018 para motos Trail do Moto Clube do Porto.

Simples e agradável, este foi um passeio anunciado como sendo de nível de dificuldade baixo, serpenteando pelos estradões e estradas serranas, entre as Terras de Basto e o Gerês. E teria sido ainda um pouco mais agradável se o São Pedro tivesse colaborado. Antes, trouxe-nos um dia cinzento, de nevoeiro, que inviabilizou em grande parte as belas vistas e paisagens da região. Mais ainda, a muita água que tinha caído no dia anterior tornou mais soft o terreno do que o passeio. Alguma lama (muita, em alguns troços) apimentou os trilhos percorridos, principalmente para os menos experientes neste tipo de piso e/ou para aqueles que traziam montados pneus mais estradistas.

Depois da saída de Celorico de Basto, passamos mesmo ao lado do castelo de Arnoia, completamente envolto na neblina, e aí entramos em terra. Subimos aos 850 m de altitude da Nossa Senhora do Viso para a cinzenta foto de grupo…. Seguindo para norte, já na zona de Fafe, um dos pontos altos do dia: o salto do troço de rali Fafe-Lameirinha: como verdadeiros pilotos do mundial, voou-se pelos ares! (a assistir em registo anexo). Já na serra da Cabreira, a muita lama não permitia altos voos, mas antes altos slides, obrigando a atenção acrescida.

Junto à albufeira da Caniçada, o almoço animado permitiu aconchegar os estômagos com uma boa vitela assada. Partilhando a sala com um dos pilotos TT recentemente retornado do Dakar, André Villas Boas, houve tempo para partilhar as muitas aventuras vividas durante a manhã, antes do retorno, livre, a casa.

No final de fevereiro haverá mais Trails pelos montes, agora pelas voltas do Marão…

Ler mais...

Promessas de (mais) um ano entusiasmante

Programa de atividades desvendado em Assembleia geral onde se falou da boa saúde das finanças

Era o ponto mais aguardado da primeira Assembleia geral do ano – aquela onde é apresentado o Relatório de Contas do ano anterior e o Orçamento para 2018 – e o Programa de Atividades do Moto Clube do Porto para 2018 não desiludiu. Calendário que conta 43 atividades diretamente organizadas pelo MCP, entre eventos na sede e passeios com os mais diversos destinos previstos para as 52 semanas do ano, a que se juntam colaborações nas mais diversas áreas (no total de 22 já agendados) e a presença noutros eventos, nacionais e internacionais (em 15 datas).

Programa que tem como grande destaque para o regresso da Festa da Moto, estando a 5.ª edição marcada para os dias 7 e 8 de julho, na Quinta do Covelo, depois da presença na Maia, no Estádio do Dragão, no Palácio de Cristal e na Alfândega do Porto. Tempo para uma apresentação tão pormenorizada quanto possível, feita pelos responsáveis de cada evento, bem com para reiterar o apoio dado, em termos de divulgação, aos passeios levados a cabo nas manhãs de domingo como forma de mobilizar os sócios.

Outra novidade anunciada prende-se com a realização, todas as sextas-feiras (à exceção da primeira de cada mês que continuará dedicada à Moto da Noite a Petiscos da Alice), de noites temáticas de petisquice, com pratinhos típicos e diferenciados em cada ocasião, em iniciativa batizada de A Estrela da Noite.

A noite, que começou com a entrega do prémio de Sócio do Ano ao sócio Germano Mateus devido à impossibilidade do mesmo em ter estado presente na Gala de Entrega de Prémios, realizado no dia 6 de janeiro no restaurante O Carvão, contou ainda com a conclusão apresentada pelo Conselho Fiscal. Que sublinhou opinião, depois de analisadas as contas de 2017 do MCP, de que a gestão do clube “foi eficazmente assegurada ao longo do último ano, não detetando qualquer irregularidade” e, por isso mesmo, foi dado um “parecer favorável às contas apresentadas”. Foi ainda enaltecida, pelo Conselho Fiscal, “a boa saúde do Clube, patente no número de atividades levadas a cabo ao longo do ano e na qualidade dos mesmos”, salientando também “o aumento do número de participantes e de quilómetros efetuados ao longo do ano”.

Balanço de um ano de crescimento, solidificação e melhorias várias que promete não ficar por aqui, com garantia de evolução em diversas áreas, da organização de mais passeios e mais diversificados, à realização da 5.ª Festa da Moto e outros eventos capazes de maior envolvimento de todos os associados.

‘Reis’ trouxeram prémios e novidades para 2018

em animado jantar que encheu O Carvão

Data marcante na cultura cristã, celebrando a visita dos Reis Magos ao recém-nascido menino Jesus, a Noite de Reis voltou a servir de pretexto para o já tradicional jantar que junta os sócios do Moto Clube do Porto na celebração final da quadra natalícia e início de um novo ano. Primeiro momento de uma temporada que promete ser recheada de muitos e bons eventos para todos os gostos – os ‘Reis’ deixaram os ‘presentes’ para mostrar na sexta-feira, dia 12 de janeiro, na apresentação do Programa de Atividades para 2018! – o Jantar de Reis acolheu 80 sócios do MCP e familiares no restaurante O Carvão. Ponto de partida para uma noite que, contra ventos e marés, provou a vitalidade do clube, e onde foram distinguidos os sócios que, pelo empenho, trabalho e dedicação ao longo de 2017, mereceram especial distinção na 19.ª Gala de Prémios do Moto Clube do Porto.

Ler mais...

Petiscos da Alice acompanhados pela Moto da Noite - versão 2018

Bifanas e Caldo Verde foram os "reis Magos" desta 6ª feira

Na passada sexta-feira, dia 5, véspera de dia de Reis, quem brilhou na sede do Moto Clube do Porto, foram mesmo os petiscos da Alice (escrevemos isto mesmo no texto de Janeiro de 2017)

Com o tema Moto da Noite no cartaz, a primeira vintena de associados e amigos que apareceram, vinham ao "cheiro" dos petiscos e apenas uma moto no parque de estacionamento. Até ao final da noite apareceram mais 3.

Tal como tinha acontecido no mês homologo do ano transacto, a vencedora foi uma LML, desta vez pertença do associado Rui Castro e foi escolhida pelo trio  que compôs o júri (Àlvaro Basto, João Condé e José Valente).

Ler mais...

Assembleia Geral Ordinária

MCP OriginalConvocatória

Venho por este meio convocar os associados do Moto Clube do Porto para a Assembleia-geral ordinária agendada para o dia 14 de março de 2018, quarta-feira, pelas 21.30 horas, na sede social do Clube sita na Rua Aurélia de Sousa n.º 71, Porto, com a seguinte ordem de trabalhos.

  1. Análise e votação do Relatório de Contas de 2017 do Moto Clube do Porto
  1. Outros assuntos de interesse do Clube

Caso à hora marcada não estejam presentes 50% dos sócios do Moto Clube do Porto, a Assembleia-geral terá início 30 minutos mais tarde com os associados presentes.

                                       Porto, 20 de janeiro de 2018

                                       O Presidente da Mesa da Assembleia-geral

                                       Paulo A. M. Ribeiro

Nem o Menino Jesus faltou…

Festejar o Natal com as rabanadas da Ni em noite de sede cheia

Com a sede a abarrotar naquela que terá sido a maior enchente dos últimos tempos, a Noite da Rabanada confirmou momento fraternal na vida do Moto Clube do Porto impulsionado, como acontece todos os anos nesta quadra, pela doçaria da Ni. Que, sempre de sorriso fácil e ‘mãos largas’ como é, esbanjando boa vontade, carinho e muita animação ao longo de todo, voltou a revelar um espírito natalício sem par, saciando o estomago de dezenas e dezenas de convivas. Das famosas rabanadas à menos conhecida aletria – que não menos saborosa… – a noite foi de comezaina e convívio, sempre com o Vinho do Porto pronto a humedecer as gargantas secas de tanta conversa.

Sem mãos a medir, a Ni, mais as sempre prontas ajudantes, tudo fizeram para que ninguém ficasse sem provar as iguarias, naquele que é um dos momentos altos do calendário anual do clube. Com mais ou menos molho, mas sempre muito doces, as fatias de pão trigo – que podem ser molhadas em leite, vinho ou calda de açúcar antes de passadas por ovo e fritas – receberam rasgados elogios e vontade de repetir a prova das rabanadas nesta fase de preparação para a mais recheada época gastronómica. Época de rabanadas e aletria, mas também de Paz e Amor que a Direção e Corpos Sociais do Moto Clube do Porto desejam que corram pelo melhor a todos os sócios e amigos, aos motociclistas de todo o Mundo. E o Menino Jesus que a todos protege, dizem que também por lá esteve…

Ler mais...

Tasco repleto de sorrisos

Cozinha da Lena palco de espetáculo stand-up

Tripas ou arroz de pato? Rissóis ou bolinhos de bacalhau? Rojões à minhota ou bacalhau espiritual? Vinho ou cerveja? Uma boa jantarada com amigos ou um espetáculo de ‘stand-up comedy’? Hummm… E porque não tudo junto? A resposta é fácil e remete de imediato para um evento que vem cimentando, por mérito próprio, o seu lugar no calendário do Moto Clube do Porto. O Tasco com Sorriso voltou e encheu de animação e gargalhadas a Cozinha da Lena, em Rio Tinto, com as anedotas do ‘artista residente’ Leonel, desta feita acompanhado pelos convidados ‘à última da hora e por força do público’ Nuno Feliz e Mário Paulo. Momentos ímpares de galhofa, para maiores de 18, com anedotas para todos os gostos, das mais inocentes às super picantes, do Joãozinho ao Senhor Padre Cura.

Espetáculo de rir até às lágrimas depois do show de cozinha caseira com ementa que contemplou as tripas à moda do Porto, arroz de pato, rojões e bacalhau espiritual depois das mais variadas entradas e antes das rabanadas que, à sobremesa, encheram as medidas dos gulosos. E foram mais de 8 dezenas os que responderam ao desafio dos “3 Zé’s”, o Seca, o Pintainho e o Fial para a divertida comezaina que assinalou o último tasco do ano.

Ler mais...

Gastronomia de eleição

em aventureiro Passeio de Natal Moto Clube do Porto/MotoTrofa

Pouco passava das 7 horas, naquele momento mágico que o breu da noite dá lugar à revitalizante luz matinal, e já havia uma moto parada diante da MotoTrofa. Normal, pensarão! Afinal, que surpresa pode existir em ver uma moto diante de um stand… de motos? Bom, visto por esse prisma, nenhuma. Mas a verdade é que nem o organizador do Passeio de Natal MCP/MotoTrofa tinha chegado nem o conhecido espaço comercial trofense tinha aberto as portas e já havia participantes – por acaso UMA valente motociclista, a Maria José Ribeiro – ‘em pulgas’ com o mais gastronómico evento do preenchido calendário anual do clube.

Cativados pelas doces promessas ao longo de um dia de sabores intensos, uma centena de sócios e amigos do MCP e clientes da MotoTrofa trataram de marcar lugar na já tradicional rota Em Busca dos Sabores, esgotando lista que limitações de espaço do restaurante restringiu exatamente a 100 pessoas. E que obrigou a deixar de fora alguns candidatos, mesmo se no dia, por contratempos diversos ou simplesmente acovardados perante ameaças de uns pingos de chuva, alguns decidiram trocar um dia de puro prazer turístico pela comodidade do sofá. Os que ousaram desafiar as titubeantes previsões meteorológicas foram brindados, desde logo, com os primeiros paladares de um dia que prometia ser exigente… para o estomago.

A começar pelo já famoso Bolo da Trofa com receita original da Confeitaria Miranda e que, desde 2014, é denominador comum deste passeio. Com receita de grande simplicidade, juntando farinha, alguns ovos e frutas cristalizadas é criado uma espécie de bolo-rei, de grande leveza, frescura e inconfundível paladar. E que foi acompanhado pelo tradicional Bolo-Rei e por inovador Bolo-Rei de chocolate, acompanhados por sumos, águas e bem quente café, aconchegando a barriga e a alma antes do arranque para os mais de 200 quilómetros de variadas paisagens.

Ler mais...

Moto Clube do Porto distinguido na Gala da FIM

MC Porto recebe Prémio Fair Play FIMPrémio Fair Play pelo apoio a motociclistas canadianos acidentados em Portugal

Presença notada na Gala de Entrega de Prémios da Federação Internacional de Motociclismo, lado a lado com todos os campeões do Mundo das diversas modalidades, o Moto Clube do Porto esteve em Andorra para receber o FIM Fair Play Award. Distinção entregue pela primeira vez a um clube de vocação mototurística, na sequência do apoio dado a um casal canadiano que sofreu um acidente em Portugal, já depois do FIM Mototour of Nations, em setembro de 2016.

John e Beth Pineo sofreram grave acidente de viação dias depois do evento organizado pelo MCP, ficando internados no Hospital de Viana do Castelo e, mal tomaram conhecimento do sucedido, os sócios do clube portuense tudo fizeram para que nada faltasse aos canadianos, Reflexo inequívoco de bem conhecida forma de estar no motociclismo que, no passado, valeu o resgate de um camarada acidentado na Mauritânia, Ilídio Neto, em risco de ver uma perna amputada.

Agora, durante mais de cinco semanas e de forma diária, os sócios do MCP não deixaram que nada faltasse ao casal Pineo, ajudando a minorar situação tão gravosa com apoio e amizade. Mas também com frutas, pastéis e outros alimentos, mantendo estreito contato com a equipa clínica, tratando das necessidades de lavandaria e comunicação, acompanhando-os até ao aeroporto no momento da partida, garantindo que, no regresso a casa, tudo corria na perfeição.

Distinção pelo ‘fair play’ recebida no Andorra Park Hotel pelo vice-presidente do Moto Clube do Porto e membro da Comissão de Turismo e Lazer da FIM, Nuno Trêpa Leite, que reforça o reconhecimento do ato altruísta que valeu também o prémio Fulvio Callimaci Suporters Award. Condecoração atribuída pela Canadian Motorcycle Association (CMA) e entregue pela presidente da federação canadiana durante a Conferência de Comissões da FIM, em fevereiro deste ano.

Ler mais...

Moto da noite em noite de clássico na invicta

Bifanas e Caldo verde também presentes

Aproveitando a vinda para ver o clássico do futebol decorrido na invicta, dois sócios residentes a umas dezenas de quilometros do Porto, foram os únicos concorrentes ao concurso da moto da noite de dezembro de 2017.

Já para as bifanas e caldo verde, a clientela era em maior número.

Assim, o vencedor escolhido pelo júri composto pelo André Nunes, José "Pintainho" Silva e Rui Castro foi o Carmindo Leal e a sua BMW R 1200 GS.

Ler mais...

Passeio TT MCP 2017 – Serras do Porto

Todo-o-Terreno e Natureza de mãos dadas

Foi junto ao rio Ferreira, mais propriamente em Beloi, São Pedro da Cova, que demos inicio a mais um passeio TT. A seca que tem assolado o nosso país, manteve este temperamental rio dentro do seu leito e permitiu-nos usufruir das suas margens que habitualmente estão a transbordar nesta altura do ano.

Desta vez, o nosso passeio TT teve como tema, as Serras do Porto, mais propriamente o Parque recentemente lá criado. Foram muitas as serras visitadas, Santa justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria, Banjas e Boneca. No topo de algumas delas disfrutamos de paisagens arrebatadoras como por exemplo a vista da lomba com aquela curva muito apertada do rio Douro.

A escolha de passear dentro Parque das Serras do Porto não foi inocente.

Ler mais...

14ª EDP Maratona do Porto

Moto Clube do Porto esteve (como sempre) presente

“O dia amanheceu soalheiro na Cidade Invicta, com temperatura agradável para a corrida, e assim se manteve todo o evento. Apenas de algum vento se queixaram os atletas de alto rendimento, mas esse é um fenómeno inescapável na orla marítima de Portugal, fazendo relembrar que por muito cuidada que seja uma organização, como é o caso paradigmático da EDP Maratona do Porto, há aspetos que esta não pode controlar.

Com algum vento ou sem ele, o sol e o verde envolvente da zona da Rotunda da Anémona, o azul do Atlântico e os tons variados das camisolas dos participantes, proporcionaram uma festa de cor fabulosa, num percurso ímpar, iniciado junto ao SeaLife Porto, subindo até contornar o Parque da Cidade, na ida até Matosinhos, e, no retorno, havendo a tradicional travessia pela ponte D. Luís I até Vila Nova de Gaia, onde na Afurada se fez o retorno à Invicta, para junto ao mar se procurar de novo a meta.”

Em todas as vertentes deste dia de prova, mais de 15.000 atletas se juntaram para disfrutar de uma das melhores organizações de corridas de atletismo, do mundo! E uma das melhores paisagens sem duvida!

33 Motos acompanharam com rigor e atenção, todas as necessidades organizativas, proporcionando aos atletas uma segurança e cuidado, bem como todos os serviços essenciais ao bom desenrolar da prova rainha do atletismo.

Aos atletas o nosso muito obrigado por nos respeitarem e nos possibilitarem fazer o nosso trabalho de forma fácil! Á equipa de trabalho o nosso muito obrigado pela qualidade e excelência do vosso serviço e dedicação! Á organização, os nossos parabéns!

Juntos fazemos deste Porto, um Porto melhor!

Moto Clube do Porto – Ao serviço da Cidade e de Portugal

Ler mais...

Trails de S. Martinho MCP 2017

Mais de uma vintena por maus caminhos

A tradicionalmente verde e húmida região minhota foi mais uma vez palco para o passeio outonal das maxi-trails do nosso clube.

Tendo como primeiro ponto de encontro a porta da sede, a passeata dominical teve início com a ligação por autoestrada entre Porto e Viana do Castelo. À hora marcada, junto à Praia dos cães do Coral e mesmo em cima da foz do rio Lima, a vintena de “corajosos pilotos” reunia-se para um café, antes de entrar nos troços de terra. E que entrada!

Sendo um passeio nivelado como médio/baixo, a entrada, junto aos Arcos do Fincão, deixou logo assustados os menos experientes… a humidade da noite tinha tornado bem escorregadio o granito da calçada romana, aumentando o grau de dificuldade. Mas, como de costume, nada que o espírito de entreajuda não fosse resolvendo, criando oportunidade para mais um tempo de convívio e umas fotografias.

A parte da manhã levou-nos para norte, até muito perto da fronteira natural criada pelo rio Minho. Pelo meio, e sem registo de qualquer problema, a sempre interessante e já histórica (ou cheia de histórias!) passagem a vau do rio Âncora. Junto à capela de Santo Antão, com vista extensa e privilegiada para a praia de Moledo e para o oceano Atlântico, aproveitou-se para uma curta paragem e para a fotografia de grupo.

Mesmo antes do almoço, e já às portas da aldeia de Montaria, nova dificuldade técnica nos trilhos. Desta vez uma subida com umas regueiras mais profundas a causar alguns problemas. Mas o atascanso maior do dia aconteceu mesmo no restaurante…

“Em passeio de São Martinho, senta-te à mesa e bebe o vinho.”

O ditado não é bem assim, mas nada como ir experimentando novas alternativas. Afinal as motos Trail primam pela sua capacidade de evoluir por caminhos nem sempre bem marcados ou definidos.

De estômago e espíritos bem retemperados com o lombo assado e o verde da região, voltamos aos trilhos, iniciando a subida ao alto da serra D’Arga. A passagem junto à capela da Nossa Senhora do Minho é ponto de referência, permitindo alargar as vistas para sul. E se aquelas paisagens são normalmente muito bonitas e interessantes, este ano… não. As extensas áreas queimadas pelos incêndios deste verão e outono tornaram-nas tristemente desoladoras.

Mas o percurso marcado pela organização seguia novamente para norte, pelos bonitos trilhos do planalto da serra. As cores quentes, outonais, combinavam com o frio que lá no alto fazia. As nuvens baixas, que àquela hora ali estacionavam, criavam uma atmosfera húmida que contrastava claramente com o dia solarengo que fez.

À passagem pelo mosteiro de São João D’Arga entrou-se no último troço de terra do dia. Uma volta que nos fazia voltar a Montaria, já próximo da hora do pôr do sol, e assim ao final (oficial) do passeio. Feitas as despedidas, a maioria dos pilotos de ocasião foram retornando a casa. Mas não todos. Um grupinho seguiu ainda pela escuridão dentro, voltando aos trilhos de terra…

Mas essas são já outras histórias, outras lendas, quiçá futuros passeios de Trail do Moto Clube do Porto.

texto e fotos por Joaquim Alves

Ler mais...