O Moto Clube do Porto deseja a todos os sócios e amigos
 um bom natal e feliz ano novo

Webmail Área Reservada

Passeio ao Naco abençoado

Angariação de sponsor de última hora abrilhanta Passeio ao Naco!

Após demoradas e difíceis negociações o Moto Clube do Porto chegou sábado passado a acordo com S. Pedro para sponsor principal do Passeio ao Naco. Como tal, foi debaixo de um sol radioso e temperatura (quase) amena que os participantes saíram da sede do MCP para o primeiro passeio de estrada de 2018. Após a necessária ligação até Amarante pela A4, e com os últimos participantes a integrarem-se na caravana, foi tempo de começar a “arredondar” os pneus nas curvas e contracurvas da N15; como prometido pelo sponsor o asfalto estava seco e limpo, pelo que o prazer era total.

Com a descida para a Campeã a temperatura desceu um pouco, ao contrário do prazer sentido pelos participantes, pois a cor das montanhas e o ar límpido que alargava o horizonte, continuaram a ser a pedra de toque até chegarmos a Fontes, “a Meca dos Xassos”, onde foram recebidos com toda a pompa e circunstância – parque para as motos em frente aos Bombeiros e um Porto de Honra no Café do Cruzeiro, tudo cortesia dos nossos amigos do Centro Cultural e Desportivo de Fontes. Depois desta agradável pausa seguiu-se pela N2, atravessando Vila Real em direção a Vilarinho da Samardã, já com as papilas gustativas a salivar na antevisão do que se iria saborear. 

E que bom que estava o Naco!!!!!!!!!!!!!

Com o fim do repasto, e com o abandono de alguns dos convivas, chegou a hora de voltar à estrada e subir às alturas da Serra do Alvão passando ao lado da Barragem com o seu nome e de Lamas de Ôlo, atravessando depois a aldeia de Barreiro, com os seus espigueiros, para descer então até Varzigueto antes da paragem para apreciar as quedas de água das Fisgas do Ermelo,  onde houve tempo para apreciar as vistas e fazer as fotos de grupo. Aproximava-se o fim do passeio mas as curvas continuaram, por terras de Basto, em direção a Mondim e depois a Celorico, com uma derradeira paragem para um café e despedidas finais antes de se rumar a casa aproveitando para apreciar pela última vez as serranias ainda iluminadas pelos resquícios da luz do sol que acabava de se esconder.

Em Fevereiro o MCP voltará a estas serras mas por trilhos de terra!

01-Passeio ao Naco
01-Passeio ao Naco 01-Passeio ao Naco
02-Passeio ao Naco
02-Passeio ao Naco 02-Passeio ao Naco
03-Passeio ao Naco
03-Passeio ao Naco 03-Passeio ao Naco
04-Passeio ao Naco
04-Passeio ao Naco 04-Passeio ao Naco
05-Passeio ao Naco
05-Passeio ao Naco 05-Passeio ao Naco
06-Passeio ao Naco
06-Passeio ao Naco 06-Passeio ao Naco
07-Passeio ao Naco
07-Passeio ao Naco 07-Passeio ao Naco
08-Passeio ao Naco
08-Passeio ao Naco 08-Passeio ao Naco
09-Passeio ao Naco
09-Passeio ao Naco 09-Passeio ao Naco
10-Passeio ao Naco
10-Passeio ao Naco 10-Passeio ao Naco
11-Passeio ao Naco
11-Passeio ao Naco 11-Passeio ao Naco
12-Passeio ao Naco
12-Passeio ao Naco 12-Passeio ao Naco
13-Passeio ao Naco
13-Passeio ao Naco 13-Passeio ao Naco
14-Passeio ao Naco
14-Passeio ao Naco 14-Passeio ao Naco
15-Passeio ao Naco
15-Passeio ao Naco 15-Passeio ao Naco
16-Passeio ao Naco
16-Passeio ao Naco 16-Passeio ao Naco
17-Passeio ao Naco
17-Passeio ao Naco 17-Passeio ao Naco
18-Passeio ao Naco
18-Passeio ao Naco 18-Passeio ao Naco
19-Passeio ao Naco
19-Passeio ao Naco 19-Passeio ao Naco
20-Passeio ao Naco
20-Passeio ao Naco 20-Passeio ao Naco